Um título épico e histórico: a conquista inédita do Raptors na NBA

O Toronto Raptors de Kawhi Leonard e companhia conquistou a América na última quinta-feira, 13. Após vencer o jogo 6, a equipe canadense fechou a série em 4 a 2 e escreveu o seu nome na história da principal liga de basquete profissional da América do Norte. Febre nos Estados Unidos e no mundo, as finais da NBA deste ano foi uma das mais incríveis que já existiu.

Por Lucas Ignácio

O Golden State Warriors, que por muito tempo, foi visto como imbatível entre as franquias americanas, como o Cleveland Cavaliers, de Lebron em 2018, e o Boston Celtics, da dupla Jayson Tatum e Kyrie Irving, não conseguiram superar as ausências daqueles jogadores fundamentais que compunham os Splash Brothers. Em sequência, Kevin Durant e Kley Thompson se lesionaram e suas ausências foram determinantes para a queda da equipe de Califórnia.

Na abertura da série, o camaronês Pascal Siakam brilhou em dois fundamentos (rebote e arremessos), superando o astro Stephen Curry e decretando a primeira vitória por 118 a 109. Siakam somou 32 pontos e 8 rebotes, selando sua premiação como o principal jogador da partida.

No jogo 2, os Warriors apresentaram o que tinham de melhor e foram superior aos Raptors. Assim como nos confrontos decisivos, a força coletiva foi avassaladora e, nem mesmo o MVP Kawhi Leonard com 34 pontos e 14 rebotes, conseguiu parar os “Splash Brothers”, nome dado aos atletas que acertam muitas cestas de três. Mesmo que a formação esteve incompleta, Iguodala apareceu no fim com uma cesta de três e decidiu o primeiro triunfo do Golden State na série.

Pela primeira vez na Califórnia, o Golden State teve o seu primeiro baque sem uma de suas estrelas. Lesionado no final do jogo 2, Kley Thomson teve sua ausência sentida em quadra e os Warriors virou presa fácil para o astro incansável Kawhi Leonard e seus companheiros do Toronto. Stephen Curry ainda tentou contabilizando 47 pontos para sua equipe, porém foram insuficientes para o massacre canadense. Final – Raptors 123 x 109 Warriors.

No jogo 4, o Toronto superou a dupla Thompson-Curry e a perda de um dos dentes de Fred Van Vleet. Uma novo triunfo foi conquistado em terra americana, desta vez com atuação de um intruso bancando coadjuvante chamado Serge Ibaka, doutrinando os Warriors com 20 pontos. Ao seu lado, Leonard se destacou novamente com 36 pontos e 12 rebotes.

De volta ao Canadá, o brinquedinho assassino (apelido de Stephen Curry criado pelo narrador da ESPN, Rômulo Almeida) e o recuperado Kley Thompson brilharam e comandaram a vitória dos Warriors por 106 a 105 em jogo emocionante e acirrado. Sem Durant, a dupla mostrou o repertório de cestas de três e engatou uma sequência de 9 pontos seguidos nos três minutos finais do duelo. A vitória longe de casa do Golden State adiou a conquista dos Raptors, levando a decisão para Oakland.

E, foi na Califórnia, que o título foi mesmo decidido. Em uma partida épica, o Toronto Raptors se sagrou campeão da temporada 2018-2019 da NBA. A lesão de Thompson no fim do último quarto promoveu uma enorme frustração aos torcedores dos Warriors, assim Kawhi e seus companheiros se arriscaram pra cima e finalizou a série de forma histórica em 114 a 110. O erro no arremesso de três de Curry foi à última tentativa, mas ficou só na ação ofensiva, que terminou em contra-ataque adversário, terminando em duas faltas no setor defensivo. Assim, Leonard não desperdiçou e fez o Jurassic Park reviver a euforia de ver tantos gigantes em um campo só.

O título do Toronto Raptors é a primeira conquista de uma equipe canadense na história da NBA. A superação, o equilíbrio e a confiança do grupo foram surreais e determinantes para este título que foram parar nas mãos de quem lutou e mereceu erguer o troféu de campeão. O Canadá ficou em festa e os Estados Unidos teve que assistia ao espetáculo dos doutrinadores de vermelho e branco. Parabéns, Leonard pelo troféu de MVP das finais da NBA, e ao Golden State, agradeço por proporcionar esta experiência ímpar e calorosa de acompanhar uma decisão épica no melhor basquete do mundo. 

Créditos: Twitter / NBA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: