Dos Árabes para os Turcos: expansão do café

Como vimos, foi na Arábia que o café ganhou status e tornou-se popular e, ganhando o mundo, foi cada vez mais cunhada cobiçada, principalmente ao longo dos séculos XVI e XVII.
Série: O Café Nosso de Cada Dia

Por Dy Eiterer

De bebida milagrosa até à sua proibição, o café expandia-se entre os árabes e era cobiçado por outros povos.O café foi tido como um agregador social, como bebida medicinal e como produto comercial muito lucrativo, principalmente com a possibilidade de exportação, o que geraria grande capacidade de troca de mercadorias.Ganhou escala comercial no séc. XIV, na região de Moka, na região do principal porto do Iêmen,  também um dos maiores locais de cultivos do produto no mundo árabe, tendo em seu porto o maior exportador dos grãos.Mas o domínio árabe sobre as plantações de café chegou ao fim no século XVI, quando foi levado para o Egito e logo depois para Constantinopla (atual Istambul), um importante centro comercial da época.Foi lá na Turquia que surgiu, em 1475, a primeira cafeteria: o Kiva Han, mudando para sempre os modos de se beber café.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: