Festival de Música

Há 30 anos, Juiz de Fora promove um dia maiores festivais de música do país. Tamanha é sua importância, que foi reconhecido como Patrimônio Cultural Imaterial da cidade. Em tempos de ataque às instituições públicas federais de ensino, locais prioritários de pesquisa na área da música histórica, essa edição que comemora a 30° edição ininterrupta do festival é, sobretudo, resistência.

Por Dy Eiterer

A Música Resiste ao Tempo

2019 tem sido um ano de grandes ataques às Universidades Públicas pelo (des)governo Federal que, sistematicamente, insiste nos cortes de verbas, nas interferências à autonomia das instituições e no desmonte da educação em seu mais amplo aspecto, porém, em meio às sombras e retrocesso, a resistência brilha!

De 21 a 28 de Julho, ocorre a edição dos 30 anos ininterruptos do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga, considerado um Patrimônio Cultural Imaterial de Juiz de Fora, desse 2009.

Mais do que trazer peças musicais, workshops, recitais e uma movimentação cultural e econômica para a cidade, essa edição é mais um símbolo de resistência contra a atual situação do país.

Com abertura e fechamento no Cine Theatro Central, principal teatro e, também, Patrimônio Cultural da cidade, o evento ocupará outros espaços reservados à cultura sob gestão da Universidade Federal de Juiz de Fora e da Prefeitura de Juiz de Fora.

Essa edição traz concertos noturnos, vespertinos, oficinas e uma exposição comemorativa dos 30 anos do Festival.

Importante lembrar que trata-se de um evento musical realizado anualmente, voltado para o estudo e interpretação da música antiga e  organizado pela Universidade Federal de Juiz de Fora através da Pró-Reitoria de Cultura e o Centro Cultural Pró-Música, e é considerado um dos mais importantes e tradicionais eventos do gênero no país.Todas as apresentações são de entrada franca e são precedidas de uma palestra que começa uma hora antes de cada concerto.

O Festival comprova que a arte e a beleza traduzidas em músicas resistem ao tempo, resistirem aos ataques, sobrevivem pelos séculos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: