Gay é Rotulo

Sou gay, viado, bixa, maricón, Bambi, homossexual, pederasta, invertido, baitola, pirobo, pilão, queima rosca, empurra bosta, fag, queer, queen… e milhares de nomes e apodos, que inventam para quem ama diverso da heteronormatividade. Mas isso, o que chamam ou acreditam ser um rótulo não me define do todo, apesar de ter me feito trilhar meu caminho de forma diferente.

Por Klaus Penoni

Também sou estudioso, homem, mulher, andarilho, fitness, coroa, maduro, criança, praiano, louco, manso, careta, hippie, anjo, demônio, puto, santo, branco, alto e gostoso (esse eu mesmo me dei, estou nos meus direitos, rsrsr) .

Rótulos são logos que as pessoas e a sociedade normalmente usam para encaixar ou definir algo ou alguém. Cérebros humanos usam isso para arrumar coisas e pessoas em lugares que eles o alcancem.

Na verdade ninguém neste planeta é uma coisa só ou cabe em um só rótulo, somos multifacetados demais para tão pobre leitura.

Se queseres dar-me rótulos, dai-me toda uma biblioteca deles. Já avisando de antemão, Gay não é rótulo. Com nossa história, nosso caminho e pelo que já que contribuímos com a sociedade humana, gay está mais para Selo de Qualidade, tipo um ISO 9002.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: