‘Os Santos LGBT’

Vamos rezar??

São Sergio e São Baco

Se vc precisa de um Santo a quem dirigir suas preces, não se aflija vou te apresentar dois numa sentada só.

Por Klaus Penoni

Mártires do século 4, São Sérgio e São Baco tiveram sua história descrita pela primeira vez num texto grego antigo conhecido como “A Paixão de Sérgio e Baco”, onde são descritos como “erastes”, ou amantes, praticantes da pederastia, quando o homem mais maduro inicia sexual e socialmente um rapaz até que se torne adulto. Segundo o texto, os dois eram oficiais do exército romano e não se separaram nem depois da morte. Quando Baco foi morto, no dia seguinte, seu espírito teria aparecido a Sérgio para encorajá-lo e mantê-lo firme na fé para que pudessem se reunir novamente. Em Roma, existe uma igreja dedicada aos dois santos, datada do século 9.

No livro “Cristianismo, Tolerância Social e Homossexualidade” é dito que os dois santos formavam um casal gay respeitado pela Igreja, que, com o decorrer dos séculos, teria tentado encobrir seu passado. Boswell sugere ainda que Sérgio e Baco celebraram um rito chamado “adelphopoiesis”, que, segundo ele, consistia em um tipo de união de mesmo sexo, abençoado
pela Igreja Romana até a baixa idade média, o que sustenta sua teoria de tolerância dos primeiros cristãos em relação à homossexualidade.

Em 1994, graças a Robert Lentz, pintor americano gay de ícones religiosos, os dois santos foram apresentados na Parada Gay de Chicago, onde ganharam visibilidade mundial e conquistaram milhares de devotos LGBTs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: