Silvia e Nickollas Grecco conquistam o troféu Fifa Fan Award 2018/2019

Lucas Ignácio

Na cerimônia da Fifa The Best 2018/2019, a palmeirense Silvia Grecco, mãe do menino Nickollas, autista e deficiente visual, faturou o prêmio Fifa Fan Award 2018/2019, em evento realizado na última segunda-feira, 23.

A dupla ficou mundialmente conhecida após o repórter Marco Aurélio Souza, da TV Globo, flagrar a mãe narrando lances do jogo para o filho no Allianz Parque, na vitória do Palmeiras sobre o Corinthians por 1 a 0, em jogo válido pelo Brasileirão do ano passado.

A reportagem, que foi ao ar no Globo Esporte, no dia 10 de setembro de 2018, concorreu ao prêmio juntamente com Justo Sánchez, uruguaio fã do Cerro que passou a acompanhar os jogos do rival, Rampla Juniors, em homenagem ao filho falecido e a torcida holandesa pela festa na Copa do Mundo Feminina, realizada no mesmo ano. (Clique aqui para ver a reportagem.)

Essa premiação, que faz parte do evento que elege os melhores técnicos e jogadores do mundo da última temporada, reconhece gestos extraordinários de fãs no futebol no mundo todo.

Foto: Reprodução.

Silvia tem o costume de narrar os jogos do Verdão para o filho, que é cego e foi detectado com autismo quando tinha cinco anos. A história deles virou tema do primeiro capítulo de uma série produzida pela Fifa que aborda a relação de diversas mulheres com o futebol denominado Sheroes, junção de “she” e “heroes”, que significam “ela” e “heróis”, respectivamente.

Quando a história de Silvia e Nickollas chegou ao conhecimento do clube paulista, a diretoria realizou uma série de ações com o garoto, incluindo uma visita ao estádio e um óculos que transforma imagem em áudio, desenvolvido em parceria do Palmeiras com uma empresa de tecnologia.

Veja o discurso de Silvia Grecco ao receber o prêmio Fifa Fan Awards 2018/2019:

Boa noite a todos. Eu gostaria de compartilhar esse prêmio com o senhor Justo Sanchez, que também tem uma linda história de amor com o filho dele. Sinta-se também homenageado, senhor Justo.

Nicolas, aqui na frente, tem uma plateia com muitas pessoas. Muitos jogadores, muitos ídolos, jogadores brasileiros. Nós estamos aqui representando nosso time, o Palmeiras. Nós estamos aqui representando todos os torcedores do Brasil. Estamos representando todos os torcedores do mundo. Todos aqueles que torcem pela pessoa com deficiência.

O futebol pode transformar a vida dessas pessoas. É muito amor, é muita dedicação. E o simples gesto de eu narrar os jogos para o meu filho tivemos a oportunidade de um jornalista brasileiro da TV Globo, Marco Aurélio Souza. Ele nos viu com os olhos e nos enxergou com o coração. E aí a nossa história rodou o mundo. Agradeço muito a Fifa por esta indicação e, por hoje, eu poder falar para o mundo do futebol que a pessoa com deficiência existe, que ela precisa ser amada, respeitada e incluída.

Obrigado, Deus, por me permitir ser ponte e hoje representar não só meu filho, mas todos do mundo que tenha alguma deficiência e que precisa de uma oportunidade. Obrigada!

Foto: Reuters.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: