Galinho é vice-campeão do Campeonato Mineiro Sub-20

Lucas Ignácio

No duelo de galos, deu Atlético-MG em Belo Horizonte. No Estádio das Alterosas, o Galo da capital perdeu para o Tupi, de Juiz de Fora, por 1 a 0, mas conquistou o estadual de base.

Com a vantagem de três gols, depois de goleada por 5 a 2 na casa do adversário, o Atlético confirmou o título dentro de casa. O gol da partida foi anotado pelo atacante carijó Neném. O Tupi encerrou a competição como melhor time do interior, eliminando na semifinal o time forte do Uberlândia.

No primeiro tempo da partida, o Atlético-MG partiu para cima do Tupi, mas não esperava o time de Juiz de Fora bem taticamente e o enfrentando de igual para igual em seus domínios. Resultado: um empate sem gols e a vantagem do clube da capital mantida temporariamente.

Já na etapa final, o Galo Carijó sustentou a estratégia inicial de se igualar com seu adversário como visitante e acabou sendo premiado no fim. Após erro na saída de bola, o ataque do Tupi lançou a bola na área e um dos defensores do Atlético-MG colocou a mão na bola, sendo assinalado pênalti. Com categoria, Neném bateu no canto esquerdo e venceu o arqueiro Mendes, balançando as redes alvinegras.

O Tupi encerrou a fase eliminatória na terceira colocação geral com 32 pontos ganhos, superando as fortes equipes do América-MG (32) e Cruzeiro (31). Com 71% de aproveitamento, o Galo Carijó registrou dez vitórias, dois empates e três derrotas. Os reveses aconteceram contra Cruzeiro e Bétis FC, ambos fora de casa.  

Os destaques da equipe – os laterais Cleitinho e Pablo, o zagueiro Matheus Mago e os meias Gabriel Tchó Tchó e Samuel Cazares – foram negociados para um clube da quarta divisão de Portugal, mas estiveram presentes nas duas partidas decisivas do campeonato.

Na fase final, o Tupi confirmou a ótima performance no estadual de base, com apenas uma derrota: a pesada goleada para o Atlético-MG, resultado determinante para o vice-campeonato do clube. Em seis jogos, foram três vitórias, dois empates e uma derrota, registrando 61,1% de aproveitamento.

Já o Atlético-MG, apesar da derrota em casa, se sagrou campeão do Mineiro sub-20, conquistando o 34º título no estadual de base, sendo o clube de melhor ataque anotando 50 gols marcados e a melhor defesa com 14 gols sofridos.

O Galo da capital teve aproveitamento de 73% de aproveitamento, sendo apenas 2% superior ao Uberlândia, Tupi e América-MG, no mesmo quesito. Superior ao rival Cruzeiro na fase classificatória, o Galo de BH venceu a equipe celeste na semifinal nos dois jogos pelo mesmo placar – 1 a 0.

Nos bastidores do Tupi, o diretor de futebol André Luiz deve ter oportunidade para continuar o trabalho com o time de base do clube e alguns jogadores devem ser usados na equipe que vai competir o Módulo II do Campeonato Mineiro 2020.

Com vergonhosa participação na elite mineira, o Tupi foi rebaixado sem ganhar um jogo sequer. Em ano importante e crucial, a competição pode ser a salvação do clube de Juiz de Fora para os anos seguintes.

Fonte: Mônica Taísse / Bola na Rede

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: