Afetividades e sociabilidades: 25 anos do Programa Curumim

Dy Eiterer

Vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Juiz de Fora, o Programa Curumim tem como objetivo promover atividades que estimulem crianças e adolescentes matriculados a desenvolverem suas habilidades de expressão, interação, aprendizagem, ludicidade, ações culturais, esportivas e de acesso às tecnologias.

Todas as suas ações são voltadas para que crianças e adolescentes tenham uma boa formação cidadã.

O programa é uma ação complementar à escola, que funciona no contraturno escolar e que foi implementado no estado de Minas Gerais em  um sistema de cooperação com as prefeituras municipais desde 1991.

Seu público-alvo são crianças de 6 a 12 anos que pertençam a famílias em risco social. Por isso, as atividades do programa giram em torno do desenvolvimento das relações de afetividade e sociabilidade entre as crianças e contribuem para a inserção, reinserção e permanência deles na escola.

Em Juiz de Fora, as crianças que são atendidas pelos Curumins podem ter acesso a atividades teatrais, dança, música, xadrez, capoeira, futebol, futsal, vôlei e diversas outras oficinas socioeducativas.

Todas recebem duas refeições diárias, café da manhã e da tarde, e têm um momento para estudarem e para a realizarem pesquisas escolares.

Nesses 25 anos de atividade, segundo a prefeitura de Juiz de Fora,  mais de 10.570 crianças e adolescentes já integraram o Programa Curumim, que conta com as unidades nos bairros Vila Olavo Costa, São Benedito, Santa Luzia, São Pedro, Santa Maria, Vila Esperança, Igrejinha e Barreira do Triunfo.

O projeto Curumim é referência e já foi indicado a vários prêmios, como Prêmio Itaú – UNICEF (2001), na temática Capacitação Profissional, e foi premiado com o Prêmio Reconhecer (2004), da Prefeitura de Juiz de Fora, como referência nas ações de assistência social.

No último dia 16, comemoramos os 25 anos do Programa que é executado pela Associação Municipal de Apoio Comunitário (Amac).

São atendidas cerca de 1060 crianças e adolescentes que, nas festividades, foram representadas pelo coral do Curumim São Benedito. Na ocasião também foram premiados os jovens vencedores do concurso cultural entre os assistidos pelo programa.

Um espaço de educação e cultura, o Curumim é, antes de tudo, um importante agente de preservação do bem-estar social, impedindo que as crianças em vulnerabilidade social tenham realidades conturbadas e se envolvam em situações de risco.

Nesses 25 anos, o que aprendemos com o Curumim é que ele produz bons frutos, a exemplo do relato de ex-assistidos que hoje possuem carreiras empresarias e educacionais de destaque na cidade e que estiveram na solenidade.

Projetos como esse precisam ser (re)conhecidos pela sociedade e valorizados como forma de garantir mais um ponto de apoio na promoção e difusão cultural e educacional da cidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: