Corpo-texto

Dy Eiterer Imagem: livro "Habibi", Craig Thompson Tenho um corpo-poesiaMarcado por história,Cicatrizes, estrias.São as letras do tempo.São os pontos finais que vivi.As reticências dos abandonos(Que cometi e sofri).São os dois pontos que anunciam:O novo, o porvir, o leitor.Todo texto tem sua língua,Sua trajetória, mística, encanto.A todo texto cabe uma tradução,Uma interpretação,Uma aceitação.Aceito-me corpo-textoLido, relido, marcado.Aceito-me... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑